Assistência Social

CONSCIENTIZAÇÃO

Prefeitura realiza semana de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Ação faz parte da campanha Nacional Maio Laranja

Publicado em: 17/05/2022 por Rafael Pestana

Secretaria de Desenvolvimento Social

Prefeitura realiza semana de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A iniciativa, que é feita por intermediação da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), teve como tema “Educar para Proteger” (Foto: Assessoria)

Na última segunda-feira (16), a Prefeitura de Imperatriz deu início a uma programação especial, que será realizada durante toda a semana, com foco no combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A iniciativa, que é feita por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), teve como tema “Educar para Proteger”.

Na abertura da campanha, realizada na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), estiveram presentes também representantes das secretarias municipais de Saúde (Semus) e Educação (Semed), da OAB, Conselho Tutelar, Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), Selo Unicef e do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA).

Aretuza Lopes, coordenadora do Creas, explicou o papel importante do centro na luta pela garantia de direitos às crianças e adolescentes. “O Creas funciona como porta de entrada para o atendimento de pessoas em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados. É importante destacar, que no caso em que a violência ocorra contra crianças e adolescentes, não devemos culpabilizá-las. Precisamos estar atentos para identificarmos quaisquer elementos e situações de risco que possam haver”, relata Aretuza.

“Essa ação que estamos realizando faz parte de uma campanha de nível nacional, que é realizada em alusão ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que é uma data criada através da Lei 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, que com apenas 08 anos de idade, foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973”, explica Divina Leide, secretária de Desenvolvimento Social.

Divina destaca ainda que essa iniciativa, que conta com a participação de parceiros de várias esferas públicas, é fundamental para que casos com o de Araceli não tornem a acontecer. “Com esse trabalho educativo e de conscientização, sobre o combate ao abuso e exploração de nossos jovens, juntamente com a população, esperamos poder fazer de nossa cidade um ambiente cada vez mais seguro e acolhedor para todas as nossas crianças e adolescentes”, ressalta a secretária.

Dando sequência à programação, nessa terça-feira (17), a Sedes realizou panfletagem sobre o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, em dois pontos, no Calçadão, importante centro comercial da cidade, e na frente da sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que além de panfletagem, também contou com uma blitz educativa, para conscientizar os motoristas e motociclistas a respeito da importância de se unir em prol dessa causa.

Assistência Social