Saúde

AMPLIAÇÃO DOS SERVIÇOS

Município implanta centro de reabilitação para pessoas com fibromialgia

O espaço vai funcionar no Milton Lopes e terá uma equipe multidisciplinar com: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e nutricionistas

Publicado em: 13/04/2022 por Paula de Társsia

Secretaria de Saúde

Município implanta centro de reabilitação para pessoas com fibromialgia

​​​​​​​O centro foi discutido, em São Luís, com o juiz da Vara de Interesses Coletivos e Difusos da capital, Douglas de Melo Martins, com o secretário de Saúde, Alcemir Costa, e com o secretário estadual, Tiago Fernandes (Foto: Assessoria)

Centro de reabilitação para pessoas com fibromialgia será implantado em Imperatriz. Além da cidade, São Luís e Presidente Dutra devem ser contempladas com o centro, que vai funcionar em parceria entre os governos estadual e municipal. O centro do Município de Imperatriz terá uma equipe multidisciplinar com: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e nutricionistas.

O assunto foi discutido, em São Luís, com o juiz da Vara de Interesses Coletivos e Difusos da capital, Douglas de Melo Martins, com o secretário de Saúde, Alcemir Costa, e com o secretário estadual, Tiago Fernandes. Durante a reunião, de imediato, Alcemir Costa se colocou à disposição para implantar esse atendimento no município.

“Discutimos essa demanda com as autoridades e já providenciamos as tratativas para que os atendimentos comecem quanto antes. Com isso, destinamos um espaço no Milton Lopes, até que o nosso Centro de Reabilitação, tipo IV, fique pronto. A doença atinge um número expressivo de pessoas e compreendemos a necessidade de assisti-las”, explicou secretário Alcemir Costa.

A implantação do centro de reabilitação para pessoas com fibromialgia na Atenção Básica de Imperatriz vai ao encontro da política já desenvolvida pelo município de expandir os serviços de saúde ofertados, é o que pontua Alcemir Costa. “Nós temos buscado ampliar os nossos atendimentos na rede pública de saúde e desta vez para as pessoas que sofrem com fibromialgia. Já implantamos três novas especialidades e estamos em processo para contratar uma reumatologista”, destacou.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Fibromialgia, a síndrome da fibromialgia (FM) afeta 2,5% da população mundial e geralmente acomete mais mulheres do que homens. Os dados da sociedade mostram ainda que a faixa etária mais afetada é 30 a 50 anos de idade.

A fibromialgia se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. A doença também causa alterações de memória e atenção, entre outros.

Saúde