Saúde

AÇÃO

Força-tarefa da Semus realizará 300 cirurgias eletivas especializadas em dezembro

Amidalite e catarata estão entre as principais  cirurgias contempladas nessa ação

Publicado em: 03/12/2021 por Paula de Társsia

Secretaria de Saúde

Força-tarefa da Semus realizará 300 cirurgias eletivas especializadas em dezembro

Em reunião nesta sexta-feira, 03, Alcemir Costa dialogou com a equipe sobre o cronograma de cirurgias da força-tarefa. (Foto: Paula de Társsia)

Mais uma força-tarefa de cirurgias eletivas será iniciada em dezembro pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em Imperatriz. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira, 03, pelo secretário Alcemir Costa. A população será contemplada, nesta etapa, com cirurgias da otorrinolaringologia e oftalmologia, dentre outras especialidades. 

Serão beneficiadas com essas cirurgias pessoas da fila de espera que se formou em função da pandemia. Os beneficiados serão regulados pela Auditoria dos Três Poderes, que ficará responsável por entrar em contato com aqueles que estão aptos aos procedimentos, conforme os protocolos médicos.

"Desde que assumi, temos buscado estratégias e unido esforços para diminuir essa demanda reprimida de cirurgias. Agora estamos com mais essa ação que beneficiará nosso povo, afinal cuidar de pessoas é a nossa prioridade", explicou Alcemir Costa.

O secretário ressaltou ainda que existe uma  pactuação e distribuição de recursos para cirurgias eletivas e a maior parte das verbas destinadas aos procedimentos foram para o Estado o qual também deve realizar algumas cirurgias eletivas em Imperatriz e região. "As que ficaram sob nossa responsabilidade estamos fazendo”,  reforçou  Alcemir.

Além das 300 cirurgias especializadas, continuam os procedimentos cirúrgicos das eletivas gerais e as 600 cirurgias de urgência e emergência realizadas mensalmente no Socorrão. "Com isso, fecharemos dezembro com mais de 900 cirurgias", destaca o secretário.

Em setembro, quando Alcemir assumiu a pasta, já foi dada largada na primeira força-tarefa que opera as cirurgias gerais, a exemplo de hérnias, vesículas e hemorróidas. 

"Mesmo durante o período mais crítico da pandemia, as cirurgias de emergência não foram suspensas no Socorrão de Imperatriz. Logo com uma queda no número de internações por covid-19,  uma das minhas primeiras ações foi a força-tarefa das eletivas gerais e agora estamos com as especializadas porque o nosso compromisso, meu e do prefeito Assis, é cuidar de pessoas, melhorar a saúde, dentro do nosso alcance", afirma o titular da pasta de Saúde.

Com colaboração de Maria Almeida

Saúde