Infraestrutura

FUNCIONAMENTO

Prefeito Assis Ramos fala sobre a falta de água na cidade

Distribuição de água e investimentos para esgotamento sanitário é de responsabilidade da Caema

Publicado em: 21/09/2022 por Regilson Borges

Secretaria de Infraestrutura

Prefeito Assis Ramos fala sobre a falta de água na cidade

Desde o primeiro ano de gestão, já foram construídos 33 poços artesianos na zona rural da cidade, onde os serviços de água e esgoto são inexistentes. (Foto: Assessoria)

Diversos bairros de Imperatriz sofrem com a falta de água nos últimos dias. O prefeito Assis Ramos esclareceu, em áudio divulgado nas suas redes sociais, sobre os esforços da gestão municipal para resolver o problema, principalmente no que diz respeito a notificação da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). O Município espera decisão judicial para realizar a transição para outra empresa continuar com o serviço na cidade.

“Desde 2017 eu falo disso, e estou lutando para tirar a Caema. O que pode ser feito pela Prefeitura, nós estamos fazendo, que é justamente lutar para tirar a Caema daqui, e colocar outra empresa que possa fazer o esgotamento sanitário que Imperatriz merece”, comenta Assis.

Desde o primeiro ano de gestão, já foram construídos 33 poços artesianos na zona rural da cidade, onde os serviços de água e esgoto são inexistentes. Vale lembrar que a responsabilidade de investir na distribuição de água e na realização do esgoto sanitário, é da Cema, que possui a concessão para este serviço em Imperatriz.

As ruas da cidade também estão recebendo melhorias. Equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinfra), trabalham todos os dias seja para pavimentação, tapa buracos, colocação de meios fios e outros serviços. Mas, sem um esgotamento sanitário eficiente e que contemple toda população, os problemas de infraestrutura permanecem.

“A Caema não resolve e não dá uma perspectiva de melhora. O saneamento básico também contribuiu para as causas dos buracos na cidade. Mesmo com a usina de asfalto ou fábrica de bloquetes que vamos adquirir, a cidade precisa de investimento em saneamento básico”, diz o prefeito.

Infraestrutura