Secretarias

Superintendências

Orgãos

Fiscalização

COVID-19

Prefeitura fiscaliza supermercados, academias e praças de alimentação

A fiscalização acontece no período noturno e diurno visando cumprimento de medidas sanitárias

Publicado em: 19/02/2021 por João Rodrigues

Secretaria de Governo

Prefeitura fiscaliza supermercados, academias e praças de alimentação

Fiscais chegam a uma academia de Imperatriz (Foto: Assessoria)

Intensificada há duas semanas pela Prefeitura de Imperatriz, a fiscalização pelo cumprimento das medidas sanitárias de contenção a pandemia da Covid-19 chegou aos supermercados, academias e praças de alimentação de shoppings centers da cidade. Participam da fiscalização as Secretarias de Governo, Planejamento Urbano, Fazenda, Meio Ambiente, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, Policia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Do início desta semana até agora já foram vistoriados 14 supermercados de pequeno porte citados no Disk-Denúncia pela ausência do uso da máscara, tanto por colaboradores quanto pelos clientes. Todos esses estabelecimentos foram notificados, assim como nove supermercados de grande porte pelo mesmo motivo.

“Semana passada a prioridade foi os supermercados menores, nos bairros onde as denúncias eram da falta do uso da máscara tanto pelos funcionários quanto pelos clientes, assim como nos grandes supermercados e ao fazermos as constatações estes foram notificados para garantir uso da máscara e oferecer álcool em gel na entrada”, disse o secretário de Governo, Eduardo Soares.

A equipe de fiscalização, também, esteve em academias e praças de alimentação de shoppings. 

Nas praças de alimentação fiscais da Vigilância Sanitária observaram, também, as condições do preparo dos alimentos.

“O intuito das fiscalizações foi orientar sobre o cumprimento dos protocolos da Covid-19 (uso obrigatório de máscara, distanciamento social e disponibilização do álcool em gel para clientes e funcionários e alertar os donos desses estabelecimentos que o não cumprimento dessas normas incorrerá em autuação e posteriormente multa que pode chegar até 10 mil reais”, ressaltou a Chefe do Núcleo de Alimentos da Vigilância Sanitária, Wilamar Dantas.

Números da fiscalização no Carnaval

987 reclamações recebidas em duas semanas;
60% dessas reclamações foram informações falsas;
377 visitas em 18 bairros;
1 estabelecimento fechado;
2 festas clandestinas encerradas.

Fiscalização